NÃO existe pílula mágica para perder peso!

 

Infelizmente não existe um atalho…

Perder peso é uma resolução bastante popular sempre que o ano novo se inicia, mas apesar desta popularidade, a resolução de perder peso não é uma tarefa fácil.  Quando resolvem perder peso, homens e mulheres encontrarão uma abundância de informações sobre planos de dieta e perda de peso. É difícil saber em quem acreditar e determinar quais os planos mais eficazes.

Muitos não vão além do primeiro mês…

Algumas pesquisas oficiais dizem que uma em três pessoas inicia um plano de dieta todos os meses, mas 45% delas desistem já na primeira semana e a metade abandona seus objetivos após um mês. É melhor se conscientizar de que as soluções rápidas não funcionam. A perda drástica de peso pode produzir resultados imediatos, mas tais planos não são indicados. Os planos drásticos incluem certos desintoxicantes e depurativos, dietas que eliminam alguns alimentos dos cardápios e até alguns alimentos já embalados para pronto consumo.

A sensação de depravação ou tédio pode afetar as pessoas que seguem estes planos, tornando-os ineficazes. Perder peso significa realmente uma mudança de paradigma, ou seja, um novo estilo de vida, hábitos alimentares e muito exercício físico.

Qual é a saída mais rápida?

Quer dizer, qual é a fórmula mágica para a perda de peso? Alguns profissionais afirmam que não existe nenhuma! As estratégias de perda de peso requerem dietas e planos restritos, além de restringir a ingestão de determinados alimentos que não produzem sucesso a longo termo. Uma revisão no estilo de vida em geral, incluindo hábitos alimentares pode ser a melhor estratégia de perda de peso.

Coma em intervalos regulares de tempo.

Os pesquisadores que tentam encontrar o meio termo entre aquilo que é mais fácil e o mais saudável descobriram que ingerir alimentos em espaços regulares de tempo, durante o dia, é a chave para o sucesso de qualquer plano de perda de peso. As pessoas que consomem alimentos saudáveis em intervalos regulares estão mais bem nutridas, pensam mais claramente e demonstraram menor intensidade de mudanças em temperamento do que aquelas que comem erraticamente.

Os carboidratos não são tão ruins…

Entenda que nem todos os carboidratos são ruins. As pessoas que tentam perder peso muitas vezes ouvem que deveriam aumentar a ingestão de proteínas e reduzir drasticamente o consumo de alimentos ricos em carboidratos. Apesar de parecer inteligente reduzir o consumo de carboidratos processados e aqueles que são geralmente feitos com farinha branca, existem certos carboidratos saudáveis, incluindo o feijão, alguns tipos de grãos, frutas e vegetais que fazem bem à saúde.

Seja flexível…

À medida que o corpo envelhece, o metabolismo vai mudando com o passar dos anos. Os homens e as mulheres deveriam revisar os níveis ideias de ingestão de calorias todos os anos. Além disso, deveriam também revisar suas rotinas de exercícios para determinar a eficácia das suas práticas e os resultados obtidos. Sempre é possível alterar e reformular alguns conceitos antigos.

Deixe uma resposta