Como avaliar um plano de dieta.

 

Fazer dieta é normalmente algo muito difícil. Encontramos tantas informações conflitantes na internet sobre planos de dietas, dizendo quais os melhores e quais os piores que é fácil sentir completamente confuso quando procurar um plano para mudar seus hábitos alimentares.

Definimos algumas questões que poderão ajudá-lo na escolha do plano ideal para você:

1ª Questão: A dieta diminui drasticamente o número de calorias?

Todas as perdas de peso são basicamente uma questão de termodinâmica. Se você ingerir mais calorias do que consegue queimar, vai certamente ganhar peso. Se queimar mais calorias do que ingere, então vai perder peso. Equação simples!

A perda de peso deve acontecer resultante do aumento de calorias que queima ou da diminuição das calorias que ingere para mudar o equilíbrio do fluxo de energia. A maneira mais fácil para qualquer dieta é promover drasticamente a diminuição da ingestão de calorias.

2ªQuestão: A dieta evita um grupo inteiro de alimentos?

Uma dieta equilibrada deve consistir de proteínas magras, gorduras saudáveis, vegetais, frutas, grãos e aquele pequeno deslize ocasional (denso em calorias, mas fraco em nutrientes). Qualquer dieta que insiste em eliminar um grupo inteiro de alimentos, produtos laticínios, grãos, carboidratos, gorduras – deve ser observada com ceticismo.

3ª Questão: O plano oferece flexibilidade de tipos de alimentos?

A dieta em questão oferece uma lista de alimentos banidos ou aprovados? Ela oferece um plano restrito de alimentação sem opções por substitutos? Os requisitos da dieta e o gosto pessoal são coisas individuais, portanto, se quer seguir um plano restrito que corta tudo da sua vida, impondo aquilo que deve ingerir, sem substitutos, e negando o consumo de outros alimentos, provavelmente não é uma boa ferramenta para você perder peso. Mas, sim algo para ficar irritado com tanta fome e desnutrição!

4ª Questão: O plano faz promessas evasivas em relação à perda rápida de peso sem exercícios físicos?

Perder peso é uma questão de calorias para dentro versus calorias para fora. Contudo, a melhor maneira de queimar mais calorias do que consome é reduzir a ingestão de alimentos que aumentam as reservas de calorias, através de melhores escolhas de alimentos, além de aumentar também a queima de calorias através de rotinas de exercícios físicos.

5ª Questão: É um plano realista para o seu estilo de vida?

A sua maneira de se alimentar é influenciada pelo seu estilo de vida. Um plano de dieta que diz a você que deve comer algo cada três horas, pode não ser o ideal, pois o seu trabalho pode não permitir que isso aconteça.

Da mesma forma que uma dieta que determina que não deve ingerir nenhum alimento após as 19 horas pode não ser realista se você trabalha em turnos diferentes. Uma dieta que restringe a ingestão de carboidratos é também inútil se você é um atleta e tem necessidade de altos níveis de glucose para tonificar seus músculos.

6ª Questão: É possível se alimentar assim pelo resto da sua vida?

A maioria dos planos de dieta é desenhada para resultados máximos em mínimo espaço de tempo, independente dos padrões de segurança. A perda de peso a longo prazo confia na capacidade de sustentar os seus novos hábitos alimentares para o resto da sua vida. Portanto, se um plano de dieta oferece algo que você pode seguir por algum tempo, então não é o mais indicado para você. O melhor plano de dieta é aquele que não tem prazo de validade!

Deixe uma resposta